terça-feira, maio 20, 2008

Porque é que eu não mando vir coisas da FNAC.pt


Eu confesso, quando escrevia aqui que era uma vergonha (para não lhe chamar outra coisa) que a FNAC demorasse uma semana, na melhor das hipóteses, a enviar para casa encomendas feitas no seu portal quando a Amazon.co.uk demora 2 ou 3 dias, com os portes de envio a custarem basicamente o mesmo, ficava com algum remorso. Afinal a FNAC.pt é uma coisa pequenina ao pé da Amazon. Ainda assim, não deixava de achar que é uma vergonha - e passe de novo o eufemismo.

A partir de hoje, porém, perdi todos os remorsos. É que na Quarta passada, dia 14, ao fim da tarde, encomendei via internet à desconhecida Dar al-Maarifah uma edição do Alcorão monolingue (árabe). Não, não sou muçulmano, mas é-me muito útil para estudar a língua árabe. Pensava eu que a coisa ia demorar, até porque o envio seria feito da Síria, que não é propriamente uma potência industrial. Por isso foi com enorme surpresa que vi hoje, no meu cacifo da faculdade, um volumoso embrulho. Ainda pensei "não, não pode ser". Mas era. Ao 4º dia útil após a encomenda, já cá canta. Por curiosidade espreitei para a data de emissão da encomenda, e lá está, 15 de Maio. Portanto foi posto no correio poucas horas depois da encomenda.

Se fosse na FNAC.pt ainda agora andaria perdida a encomenda nos seus meandros burocráticos...

2 comentários:

Gi disse...

A FNAC não é por acaso uma multinacional de origem francesa?

A Amazon é enorme porque cresceu, e cresceu porque desde o início prestou bons serviços.

Ainda me lembro de, depois das primeiras compras que lá fiz, receber emails assinados Jeff Bezos.

André disse...

É francesa pois, mas eu só tenho ainda experiências (más) com a portuguesa. Não acredito que a francesa demore um ror de tempo a enviar uma encomenda, como faz a portuguesa. Estas empresas ainda não aprenderam que, como bem lembras, é com bons serviços que se cresce.